Como é ter um homossexual na família, segundo crianças

Se tem um site que adoro esse site é o Hypeness, e hoje, mais uma vez, vou postar um vídeo que encontrei por lá. 

Vivemos discutindo sobre como as crianças são afetadas se tiverem um homossexual na família, ainda mais se for pai ou mãe. Mas nunca vi perguntarem diretamente para as crianças sobre o que elas acham sobre isso. 

 

Imagem

E foi isso que o Canal da Bee fez. Entrevistaram duas crianças, a Ana Clara de de 8 anos e o Guilherme de 6 anos, para saber a opinião deles. Quando perguntados sobre qual a diferença em conviver com uma tia lésbica a resposta foi: “Nenhuma“. E vocês aí se batendo achando que influenciava algo no pensamento das crianças….

As responsáveis pela filmagem do vídeo trocaram um selinho na frente das crianças pra ver o que elas achavam. A Ana Clara achou fofo, já o Guilherme achou nojento, mas disse que também acha nojento quando os pais se beijam, e se ver alguém se beijando ele pede para a mãe tirar ele do local! Viu? Para eles é tudo igual!

Dá uma olhada no vídeo aí, é rapidinho e super legal:

http://www.hypeness.com.br/2014/05/criancas-contam-como-e-conviver-com-alguem-da-familia-que-e-homossexual/

Segurança gato x Encoxadores

Nessa semana o que mais se ouviu falar foi sobre dois temas, ambos no metrô de São Paulo. 

1º tema – Encoxadores
Aquele tipo de pessoa que se aproveita do tumulto do transporte público para passar a mão e encoxar as passageiras. Ato totalmente abominável e desrespeitoso!

2º tema – Segurança gato
Guilherme Leão recebeu destaque essa semana após uma foto sua ser publicada na internet, e passou a ser conhecido como o Segurança Gato. E olha, não é pra menos!!

Tá, mas o que tem a ver um tema com o outro?
Muita gente mostrou sua revolta na internet contra esses enconxadores. Desde sempre nós mulheres lutamos por nossos direitos e respeitos, e não queremos levar uma passada de mão assim na rua! O caso repercutiu muito e ganhou destaque em vários sites de notícias e redes sociais, levou até a apreensão de algumas pessoas! 
A gente reclama, luta para tudo isso acabar, pede respeito e tudo o mais, aí surge algumas sem-noção que soltam comentários como esse na internet:

Imagem

 

Por diversas vezes já vimos comentários do tipo “Se for bonito não é estupro“. No fundo, penso que seja apenas um comentário, que na prática, se acontecesse, a pessoa que comentou iria sim considerar estupro independente se o cara fosse bonito ou não. Mas esse não é o tipo de comentário que deve ser exposto dessa maneira. A partir do momento em que várias mulheres dizem que tal tipo de cara pode encoxar a vontade, a outra parte que tanto luta quanto esse ato perde um pouco da credibilidade, pois é normal generalizarmos e acharmos que todas pensam igual.

Deve ser sempre considerado como estupro, violência ou abuso sexual independente da beleza de quem comete esse crime.

Vamos prestar bastante atenção na ideia que a gente quer passar com os nossos comentários!!

O último tango no terraço – Ricardo Coiro

Há um tempinho atrás fiz um post sobre o escritor Fábio Chap (https://sembalela.wordpress.com/2013/08/09/um-poeta/). Hoje, vou apresentá-los outro escritor que também conheci através do blog Entenda os Homens. 

O escritor de hoje se chama Ricardo Coiro, e sou simplesmente apaixonada pela escrita dele! Além de publicar em sites como Entenda os Homens, Casal Sem Vergonha e Catwalk, ele tem seu próprio livro, o Confissões de um Cafamântico. 

Vou postar um dos textos dele que mais gosto, “O último tango no terraço”.

Nosso último tango, talvez, nem tango será.

Poderá até ser um samba estrelado pela perna dura que, a duras penas, fingirá ser bamba ou, porventura, na mais provável das hipóteses, será apenas mais uma dança sem nome, do tipo que inventaremos só para homenagear o despudor dos passos francos e a coragem necessária para desrespeitar a rotina do compasso. Modalidade que coreografaremos, bravamente, sem o auxílio inflamável da Ana Botafogo e sem a ajuda divina do Carlinhos de Jesus. Remelexo que criaremos sem medo da punitiva platéia do Faustão. Nosso último tango, provavelmente, não será em Paris, mas e daí?

Será incrível, mesmo se acontecer no terraço de casa, no espaço sem gravidade da NASA ou, até mesmo, sobre um chão ardendo em brasa. Nosso último tango será só nosso e por isso, só por isso e exatamente por tudo isso, será lindo de morrer, ou melhor, maravilhoso de viver. Não será do Marlon Brando. Não será do Al Pacino. Não será do Carlos Gardel. Nosso último tango não será somente por una cabeza cheia de memórias, será, também, por dois corações que dançarão até a última chance de batucar o ritmo efervescente do amor. Acontecerá, sabe-se lá quando, com orgulho e tristeza no olhar, com medo do segundo no qual a música irá parar e pavor do inevitável momento na qual nosso fêmur quebrará. Será nosso último tango e claro: nosso último dengo.

Em luto por Joaquim

Imagem

Acompanhamos na última semana o caso do menino Joaquim, um garoto de 03 anos que desapareceu misteriosamente. A internet toda se mobilizou, várias fotos foram divulgadas para tentar achá-lo, divulgada inclusive por muitos famosos. Mas ontem dia 10/11/2013, o corpo foi encontrado no Rio Pardo, numa cidade vizinha a Ribeirão Preto. 

O que mais choca nesse caso é que os suspeitos de terem cometido o crime são os próprios pais da criança. Casos assim chocam toda a população, temos como exemplo o caso Nardoni.

Os pais estão presos temporariamente, se é mesmo que pessoas assim podem ser chamadas de pais!! 

Hoje vários artistas postaram no instragram a foto escrita “Luto por Joaquim. Que a justiça seja feita!”. Isso é, com certeza, o que todos nós esperamos. Não somente nesse caso, mas em todos que acontecem diariamente…

Ai, meu TCC!!!

Imagem

 

Se tem algo responsável pela minha loucura desse últimos meses, isso se chama TCC! Estou no último ano de Comércio Exterior e agora me encontro com esse problemão na mão! Ok, Pê… não precisa exagerar tanto! Mas que é bem cansativo, isso é sim.

E para ajudar os demais universitários que também estão nessa, vai algumas dicas:

– Com certeza o mais difícil é escolher um tema, e por isso eu aconselho que você escolha que realmente goste de falar, afinal você passará longos meses pesquisando sobre esse assunto…

– O método de aplicação de TCC varia de faculdade para faculdade. Na minha, por exemplo, começamos o trabalho no último ano de curso, além da apresentação ser individual! É bem melhor não deixar para escolher seu tema na última hora. Se você sabe que no próximo semestre já vai começar a montar seu TCC então tente a partir de agora a dar uma pesquisa nos possíveis temas que você poderá escolher.

– Pesquise muuuuuito antes de começar a escrever!! As referências bibliográficas são muito importante para esse trabalho, então antes mesmo de começar a escrevê-lo comece a pesquisar sobre o tema e separar tudo o que puder ser utilizado no trabalho, pois pode acontecer de você começar o seu TCC e só depois perceber que não há material para sua pesquisa, correndo o risco de ter que abandoná-lo no meio do caminho.

– Estudo em uma faculdade pública, e o que posso dizer é que é extremamente puxado! Como se não bastasse o TCC, ainda tem os seminários de cada matéria. Isso quer dizer: muita coisa pra fazer em pouco tempo! 
Se você também tiver esse problema, terá que aprender a administrar seu tempo. Vai ter que aprender a abrir mão de alguns finais de semana para conseguir entregar tudo dentro de prazo. 

Por enquanto é isso. Eu estou gostando mesmo do tema que escolhi e espero que o resultado final seja muito bom!

Indicação de livro: Sussurro

Depois de um tempo sumida por conta do TCC da faculdade, resolvi aparecer para distrair a cabeça.E para voltar, vou indicar um livro que adorei, o “SUSSURRO”, da saga Hush Hush.

Não gosto de estória com muita ficção, de lobisomens, anjos caídos e coisas do gêneros. Porém, me interessei por esse livro por conta de indicações no Skoob. As garotas sempre citavam o Patch como um personagem apaixonante e diziam ser um bom livro. 
No começo fiquei com um pé atrás, já que há pouco tempo abandonei o “Fallen” que também trata de anjos e afins. Mas achei Sussurro bem mais legal, a estória é contada de uma forma melhor e para mim um não sem compara com o outro.

Nora é a personagem principal. Uma garota normal que vive com a sua mãe, seu pai faleceu há pouco tempo. As coisas começam a mudar quando aparece Patch que rouba o coração dessa menina de uma forma um tanto quanto assustadora. Um pouco de suspense e emoção faz parte do livro todo envolvendo nephilins.

Uma leitura que eu recomendo!

Imagem

Seguindo o amor de sua vida pelos quatro cantos do mundo.

Vagabundo Profissional

O fotógrafo Murad Osmann resolveu inovar no jeito de documentar suas viagens pelo mundo. Tudo começou quando sua namorada, Nataly Zakharova, se irritou com Murad, que ficava tirando fotos de tudo, e pegou em sua mão dizendo “vem comigo”.

Daí em diante nasceu a serie ” Follow Me On” onde o fotógrafo aparece em diversos lugares do mundo sendo guiado pelas mãos de sua garota.

Dá pra ver o Instagram da garota aqui.

Fonte: DailyMail

Ver o post original

Mas, e aí… Foi estupro ou não?

Ontem, dia 15/08, rolaram vários comentários na internet sobre um post de 2012 da Revista Capricho em seu site.

A história é contada por uma garota que relata como foi a primeira vez dela, na época com 15 anos. Até aí, tudo normal, afinal revistas adolescentes vira-e-mexe entram nesse tema. Leia o texto para entender:
http://capricho.abril.com.br/blogs/sexo/fiquei-com-vergonha-de-dizer-nao/?fb_comment_id=fbc_10151077264241141_28008529_10151748644811141&fb_source=message#f3d58cdc54

Acontece que alguns alegaram que a Capricho estava relatando um estupro, pois a garota foi forçada a fazer algo que ela não queria.

Discordo totalmente dessas alegações!!

1º – A garota era super afim do garoto e foi ela mesma quem o chamou para ir a sua casa que estava vazia! Se você está afim de alguém e aproveita a oportunidade que seus pais não estão em casa para chamá-lo para ir até lá, bom… você pelo menos pensa no que pode acontecer. E vamos combinar… ela tinha 15 anos! Não era tão inocente assim!

2º – Ele forçou a barra, ok! Mas ela mesma disse que teve vergonha de dizer não. Então ela deixou! Se ela deixou acontecer, como isso pode ser caracterizado como estupro?
Ela ficou mal, ficou com trauma, chorou muito, mas isso tudo porque ela estava insegura. A garota não deveria ter deixado rolar se não soubesse se era aquilo mesmo que ela queria.

Na minha opinião, criaram caso demais para uma história. Tudo bem que a Capricho poderia ter falado para as leitoras que as meninas não devem se deixar levar pela pressão que o garoto fizer e nem fazer nada se não estiver realmente preparada para isso, mas o caso passou bem longe de ser um estupro!

Um Poeta

Desde pequena sempre me interessei por leitura. Talvez essa paixão tenha surgido com os gibis que meus pais sempre me deram. Com o passar do tempo, fui me interessando por livros pequenos e até mesmo poesia. Minha paixão pelo Carlos Drummond de Andrade é de longa data. Hoje, adoro conhecer escritores diferentes e até “desconhecidos” da maioria.
No blog Entenda os Homens encontrei vários escritores que me apaixonei logo de cara, um deles é o Fábio Chap. Ele aborda vários temas em seus textos, não é escritor de um tema só.
Abaixo está um texto retirado do Entenda os Homens.

Um Poeta Te Quer

Ele te ligou de madrugada. Como você não atendeu, foi por sms mesmo:

“Era uma vez, veja você, um passarinho feio. Que não sabia o que era, nem de onde veio.”

O despertador tocou e as meias já estavam preparadas. Você foi pra rua em dia de vento frio. E o barulho que o vento fazia era gelado. Não parecia a poesia de uma brisa no verão. No inverno o vento fica triste de saudade do sol. Todo mundo sabe, até o vento, que um bom presente seria meia hora a mais todo dia. Pra ficar calado – esquecer a saudade – e ler poesia.

É por isso que o poeta te quer. Pela saudade. Por que você tem o sono pesado, não atende de madrugada, mas entende os papos loucos dele. Quando, sábado de manhã, ele diz que viver é dom e sina. Finge que vai ao banheiro, mas se esconde atrás da cortina. É mais uma tentativa idiota de te assustar pra você descontar com mordida. Mordida na perna, ombro e barriga. O fim disso é com você por cima.

Te quis porque você sabe que poesia não é uma coisa só do papel. Poesia é jeito de ver a vida; de olhar pro céu.

Talvez a poesia dele não pense em mudar o mundo. Pense em aumentá-lo. Fazer com que chão e o horizonte sejam maiores. Talvez seja tudo uma desculpa pra ser maior o jardim de vocês dois.

E, como todo artista que se preste, ele tem um violão e mal vê a hora de tocar Beatles pra você. “She loves you, yeah yeah yeah. She loves you, yeah yeah yeah”.

Há a falsa ideia no ar de que o poeta enxerga a rima em tudo. Mentira, ele não enxerga nada. É um burro, um jegue assumido. Mas a poesia gosta de jegues e burros assumidos; vai atrás deles, os encontra e os beija.

Beijo esse que ele quer devolver. Na sua testa; desses que só a mulher preferida ganha. Beijo na sua boca; desses que só os apaixonados dão.

O poeta gosta de coxinha e de conchinha. De latinha e litrão; Brahma, Bohêmia ou Skol. É sem tempo ruim na mesa de plástico e no balcão. É de grito, porque é humano. É de sussurro porque te deseja. Faz de tudo pra ser cada vez mais burro e deixar que o coração, esse sim inteligente, faça os trabalhos. Poeta deixa o papo de racionalidade para os empresários. O máximo que a empresa do poeta faz é entregar rima quentinha.

E quando algo nele não te satisfizer, não esqueça que algo em você não inspirará nada. Há defeitos de casais que são íntimos demais para virarem estrofe. Por exemplo, ele nunca fez nem fará um texto sobre sua eterna mania de dormir e puxar o edredon inteiro só pra você. Defeito gravíssimo que deve ser punido com cócegas na barriga ao acordarem.

O poeta te quer nas madrugadas. Quando você não está, ele prefere contar pessoalmente o resto das mensagens que manda:

“Aí então o poeta chegou e disse: Pegue as mágoas
Pegue as mágoas e apague-as, tenha o orgulho das águias
E disse ainda: é tudo azul, e o passarinho feio
Virou o cavalo voador, esse tal de Pégaso

Pégaso pega o azul”

E você, sendo tão mulher, pensava:
“O poeta me quis. O poeta me quer. O poeta vai me querer?

Mal sabe você que paixão de poeta não dorme cedo. Paixão de poeta vira livro. E um livro, minha dama, dura bem mais que um homem. Bem mais que canetas. Bem mais que travesseiros.

Amor é verão no inverno madrugado do poeta.

Tomando café da manhã ao redor do mundo.

Já imaginou como é o café da manhã em outros países?
Olha esse post super interessante do Vagabundo Profissional. Eu ainda prefiro meu pão com requeijão e leite com café…

Vagabundo Profissional

Estamos acostumados com o tradicional pão com manteiga, café com leite e até cereal, mas será que no resto do mundo é assim?
Victoria Philpott viajante e blogueira resolveu registrar em um ensaio as diferentes refeições matinais de diversos países e culturas ao redor do globo.
Depois de ver esse ensaio penso cada vez mais no delicioso choque cultural que viajar proporciona. Mesmo em uma coisa tão corriqueira como tomar café da manhã podemos nos deparar com coisas fora da nossa zona de conforto.

Confira algumas fotos feitas por Victória:

Dá pra conferir todo o ensaio 50 cafés da manhã ao redor do mundo clicando aqui.

Ver o post original

Eu imploro aos jovens que viajem

Vagabundo Profissional

Se você não tem um passaporte, providencie um. Espere pelo verão, arrume sua mochila e vá para Nova Delhi, ou Saigon, ou para Bangkok, ou para o Kenya, ou para qualquer outro país que você sempre quis visitar. Se impressione, coma algo diferente, conheça estranhos, viva uma aventura, seja cuidadoso.Volte para casa e você verá o seu país, a sua cidade, a sua rua, de uma maneira diferente, você verá o seu presidente de uma maneira diferente, não importa quem seja. Música, cultura, comida, água. Seus banhos se tornarão mais curtos. Você terá um senso maior do que globalização realmente é. Não é o que a mídia fala por aí, sinto muito. Você verá que aquecimento global é algo real. Você conhecerá pessoas, na qual seus dias consistem puramente em andar 15km diários para conseguir 4 baldes de água. Você aprenderá que há lições na vida que não podem ser…

Ver o post original 38 mais palavras